quinta-feira, 11 de março de 2010

WELTON NA SELEÇÃO BRASILEIRA

É isso mesmo, As constantes convocações para as seleções de base do Brasil, já viram rotina na vida do armador esquerdo Welton Caula, 18 anos, desta vez o atleta do Clube Português vai participar da segunda fase de treinamento da seleção brasileira juvenil masculina que se prepara para os jogos mundiais da juventude e para o campeonato Pan-americano da categoria.
Welton afirmou que está louco para começar a treinar e treinar muito bem já que ele achou que na primeira fase poderia ter sido bem melhor, o mesmo desejo foi sentido por parte do seu treinador Marcio Bezerra que afirma que o atleta vem mostrando muita vontade de melhorar dia a dia nos treinamentos do clube, ”espero que ele faça uma grande fase de treinos na seleção,” afirmou o treinador.

O jovem luso embarca dia 13 e fica treinando sob o comando do técnico Ivan Mazieiro (macarrão) até 19 de março na cidade de Blumenau

Fonte: PORTUGUÊS HANDEBOL

Desde os 9 anos de idade o Welton se destacava nos treinamentos ainda conosco no Geraldão (clube onde ele foi iniciado), dava pra perceber que ele tinha um grande futuro em nosso esporte.

Parabéns Welton, esperamos que ainda seja uma pequena fração de sua extensa carreira na Seleção Brasileira!

terça-feira, 2 de março de 2010

PERNAMBUCANA DÉBORAH HANNAH DE 16 ANOS NA SELEÇÃO ADULTA FEMININO

A temporada 2010 do handebol brasileiro ainda nem começou e Pernambuco já comemora. Isso porque a jogadora da categoria juvenil Deborah Hannah do Clube Português do Recife foi convocada pelo técnico da Seleção Brasileira adulta, Morten Soubak, para a primeira e provavelmente última fase de treinamento visando os Jogos Sul-Americanos de Medellín, na Colômbia, que será realizado entre os dias 19 e 30 de março.







Ela segue os passos de outra Pernambucana que também atua na seleção brasileira adulta que foi contratada para esta temporada pela Metodista/São Bernardo "Samira Rocha".









A convocação de Hannah foi uma surpresa para toda a comissão técnica do Português/Aeso. Isso porque a jogadora já vinha sendo convocada, mas para a categoria juvenil. “Quando peguei a convocação achei estranho porque tinha jogadora nascida em 1980, 1982 e Hannah ainda vai fazer 17 anos. Achei que estava errada, mas depois recebi a confirmação e fiquei muito feliz com mais essa conquista do clube”, afirmou o técnico da atleta, Cristiano Rocha.

Se a comissão técnica não esperava, Deborah Hannah menos ainda. Quando soube que tinha sido convocada, ela disse que já esperava, pois tinha sido chamada no ano passado e era normal se manter na seleção juvenil... quando ficou sabendo que a convocação era para a adulta, ficou sem fala.

“É sério? Vocês não estão brincando não? Estou muito surpresa e feliz ao mesmo tempo. Nunca nem pensei em ser chamada para a seleção adulta com essa idade. Sempre lutei para estar lá, mas era um sonho que só esperava que se tornasse realidade dentro de pelo menos três anos. Agora que ele chegou vou precisar trabalhar ainda mais para me manter e brigar para estar nas Olimpíadas”, declarou a jogadora lusa.

Após se acalmar um pouco mais, Deborah Hannah explicou que o Mundialito disputado em outubro do ano passado, na Itália, pela seleção brasileira juvenil, foi crucial para a convocação. “Conseguimos fazer uma excelente campanha e ficamos com a medalha de bronze. Fui artilheira do time nas três primeiras rodadas e fui eleita a melhor central de todas as seleções na disputa”, relembra.

Além do terceiro lugar no Mundialito e das várias convocações para as categorias cadete e juvenil, a nova estrela do Clube Português/Aeso ainda tem no currículo o vice-campeonato brasileiro de 2008, o título brasileiro de 2009, quando ainda foi escolhida a melhor central e conquistou a artilharia, campeã dos Jogos Escolares Brasileiros no ano passado (também artilheira) e os vários pernambucanos. “De estaduais eu já perdi a conta”, declarou com um sorriso fácil no rosto.

Esta é a segunda vez que uma jogadora das categorias de base do Clube Português/Aeso conquista vaga na seleção brasileira adulta feminina. Há dois anos, Samira foi chamada quando ainda estava na categoria júnior. Porém nunca uma atleta tinha sido convocada com tão pouca idade.

Veja abaixo reportagem exibida no Globo Esporte do dia 01.03.2010.


video

DECEPÇÃO NA ASSEMBLÉIA FPH 2010

Na segunda feira, 22 de fevereiro, realizada no Departamento de Handebol do Clube Português do Recife, na posição de diretor da FPH estive presente na Assembléia Geral Ordinária, e confesso que foi decepcionante, todos os itens da pauta foram aprovados, a não ser um artigo do regulamento que se refere ao direito de chamada para filiados / Associados que tenha o local de sua chamada situado acima de 150 km e que tenha disputado a temporada anterior (2009) nas categorias Júnior e Adulto; Mudança sugerida pelo representante do Clube Português do Recife e com o apoio dos filiados da região metropolitana do Recife, que alegaram não ter condições financeiras para cumprir este artigo, e ainda disseram que poderia esvaziar a competição. Uma mudança que só atinge a um filiado o Clube Petrolina de Handebol, que teve sua participação condicionada a este artigo, após cumprir fielmente o regulamento geral de competições de nossa Federação, ter todos os seus jogos realizados na região metropolitana e na cidade de Caruaru, os representantes do Petrolina inteligentemente contestaram as alegações, que na temporada passada (2009) a competição tinha 8 participantes no adulto masculino e 3 participantes da região metropolitana abandonaram.
Lembrando que tudo o que é decidido pela FPH tem que passar pela assembléia que por sua vez tem que ter a aprovação da maioria dos filiados adimplentes com suas obrigações estatutárias.